NonStop 101 Linux


Rubyripper
outubro 23, 2008, 12:37 pm
Filed under: linux, Secure Ripping | Tags: , , , , ,

Instalando o RubyRipper

O rubyripper e um programa de ripagem de CD de áudio escrito em ruby,sua vantagem sobre seus semelhantes esta na capacidade de executar uma copia segura das faixas de áudio através de um sistema que le duas ou mais vezes cada faixa e as compara, caso encontre alguma diferença ele re le ate conseguir duas copias idênticas da faixa garantindo assim sua qualidade e precisão

Características:
* GTK2 interface
* Mecanismo sofisticado de correcção de erro
* Uma interface de comando de prompt (CLI)
* CDDB-info via cd-discid module
* As informações podem ser editadas
* codecs suportados FLAC, Vorbis, MP3, e WAV
* Pode usar múltiplos codecs ao mesmo tempo
* Direct offset (drive de CD)
* Criação de um log detalhado do processo
* Indicação ampla de pontos de erro de difícil correcção
* Cria m3u playlists

Para instalar >>

1- Faça download de suas dependências :

Sao elas:

– cd-discid
– libglade2-ruby
– cdparanoia

(no ubuntu)

$ sudo aptitude install cd-discid cdparanoia ruby ruby-pkg-tools libgettext-ruby1.8 libgtk2-ruby

Alem destas dependências também existem os codecs:

– Lame
– OGG (Vorbis)
– FLAC
– FAAC

2- Faça o download do programa e descompacte o:

a) $ wget http://rubyripper.googlecode.com/files/rubyripper-0.5.4.tar.bz2

b) $ tar xjvf rubyripper-0.5.3.tar.bz2

3. Compile & Instale:

a)navegue ate o diretorio em que descompactou o rubyripper

$ cd /../rubyripper-0.5.3/

b)Informe as características que devem ser usadas na compilação

$ ./configure --enable-lang-all --enable-gtk2 --enable-cli

c)Compile e instale

(no ubuntu)

$ sudo make install

Agora o RubyRipper deve estar instalado em suas aplicações em: Aplicações -> Som & Vídeo

Tela primcipal do Rubyripper

Tela primcipal do Rubyripper

OBS: SVN

$ svn checkout http://rubyripper.googlecode.com/svn/trunk/ rubyripper

Para pegar o ultimo source code.

Configurar

Abra Rubyripper: Click no botão “preferences” no canto superior a esquerda da janela

Secure Ripping:

1. Procure seu drive de CD  “read offset” na base de dados “AccurateRip”.

2. Copie o  valor “read offset” no campo “Cdrom offset”.

Opeçoes recomendadas de ripagem:

* Match all chunks: 2 times
* Match erroneous chunks: 3 times
* Maximum trials: 20

Ripping related:

Passe a opção -Z para o cdparanoia

Isso desabilitara a auto correcção do cdparanoia conhecida por não ser muito segura deixando isso inteiramente para o sistema do rubyripper.

Codecs:

Tela de configuraçoes de codecs

Tela de configuraçoes de codecs

FLAC:

–best -V

Isso criara arquivos um pouco menores mas levara mais tempo.

-5 -V

Este e o nível de compressão padrão.

-8 -V

Um nível de compressão um pouco maior.

VORBIS:

-q 6

Este e o menor nível de qualidade permitida , 192kbps.

-q 7 and -q 8

Estes sao os “presets recomendados ,224kbps e 256 kbps respectivamente

-q 9

Esta produz arquivos VBR com o mesmo “bitrate” que o maximo possível em arquivos mp3 CBR.

LAME MP3:

-V2 –vbr-new

Esta e a menor qualidade permitida em arquivos VBR.

-V0 –vbr-new

Esta e a maior qualidade em arquivos VBR (a mais usada).

-b 320

Esta lhe dara um arquivo CBR com o maximo “bitrate” 320kbps.

OTHER:

Aqui você pode por as configurações para outros codecs como o AAC (com FAAC), ou um codec mais recente que não esteja ainda incluido em sua distribuição.

Freedb

Deixe as opções “default”.

Other

O esquema de nomeação deve incluir ao menos Artista e Álbum no nome do diretorio e o numero da faixa e seu nome no nome do arquivo.

Tela de configuraçoes do rubyripper

Tela de configuraçoes do rubyripper

— Base directory: Diretorio onde serão gravados os resultados

A seguir um esquema apropriado que pode ser mudado desde que as informações vitais permaneçam

— Standard: %a - (%y) %b/%n - %t

— Various artists: %a (%y) %b/%n - %va - %t

—————————————-==========================——————————–

Nova verção 0.57 possui novidades de configuraçao

obs : A ser atualizado

—————————————-==========================——————————–

Tradução sem revisão

Manual
Um manual de todas as opções da configuração
Introdução

Com cada nova versão algumas novas opções aparecem em Rubyripper. Todas as opções estão definidas para padrões razoáveis. O objectivo desta página wiki é documentar todas as opções e fornecer alguns argumentos para que a escolher. A configuração opções são explicadas, de acordo com os separadores que estão indicadas. Note que para o próprio rasgando cdparanoia é utilizado.
Secure rasgando

Cdrom Este dispositivo é o dispositivo que é passado para cdparanoia para ripar. Normalmente este é configurado para o padrão cdrom dispositivo. Se o dispositivo não é detectado automaticamente, por favor, um arquivo bug. Quando você tiver várias unidades de CD que você pode alterar essa configuração para usar a outra unidade. Olhe para o seu SO documentação quando a outra unidade pode ser localizado.

Cdrom compensar Em um mundo ideal, cdrom dispositivos seria muito precisas. Então, quando você dizer-lhes a rasgar setor 4 e 5 você irá obter exactamente o direito resultados. No entanto, muitas vezes unidades terão uma ligeira imprecisão. Isso pode ser corrigido através da prestação de compensar a cdparanoia. Existe um link onde você pode encontrar desde as compensações para as diferentes unidades. A Unidade de sua unidade é desde sempre no logfile. Também pode ser encontrado com -> cdparanoia-VQ.

Corresponder todas chunks A quantidade de vezes que todos os sectores (aka chunks) será compensada. Este é o montante mínimo de vezes que cada faixa é rasgado. Todos os setores serão comparados aos demais rasga. Ela não pode ser inferior a 2 set. Se você não quiser usar o teste Rubyripper rasga o caminho para um novo julgamento até que a pista está corresponde pelo menos a mesma quantidade de vezes que o resto dos sectores. Você pode configurá-lo opcionalmente superior.

Máxima ensaios Definir o máximo ensaios significa a quantidade de vezes antes Rubyripper desiste corrigir. Em alguns casos, não pode haver plausível jogo. Para evitar looping infinito é aconselhável estabelecer a cerca de 3 vezes maior do que a definição anterior. Observe também que, quanto mais testes são utilizados, o mais provável Rubyripper terá um falso êxito. Se há dois jogos a ser encontrados em 12 julgamentos, isto não significa necessariamente que é verdadeiramente reparado com êxito.

Passe cdparanoia opções Você pode fornecer todas as opções para cdparanoia que estão disponíveis na cdparanoia-h. Repare que a unidade de CDROM eo comprimento são já passou. Se o seu cdrom unidade é muito lento talvez você queira adicionar o parâmetro-z. É assim desligar cdparanoia da proteção extra, mas você aumenta a velocidade bastante bem. Ao combinar os diferentes rasga tiver alguma protecção anyway.

Ejetar CD quando terminar Após rasgar sua unidade vai cuspir para fora do disco. Este é um bom recurso, pois você sabe que seu rip está concluída.

Apenas se mantenha logfile correção é necessária Algumas pessoas pensaram que era útil que um logfile só deve estar lá quando havia problemas.

Criar cuesheet Um cuesheet é especialmente benéfico para arquivo único rasga. Ele fornece as informações necessárias para gravar o arquivo exatamente como o original disco de áudio. Também contribui para pregaps, que pode ser bom para múltiplos arquivos rasgar também. Repare que nem todos os programas queima apoio cuesheets.

Rip cd ao invés de um único arquivo para cada faixa, você pode obter um arquivo para todo o álbum. Dependendo do seu leitor áudio e sua codificação formato, este pode ser preferível. Está certo que não existem diferenças entre as faixas audível quando jogar. Especialmente mp3 parece ter problemas com isso. Outros codecs gapless trabalho, mas o seu leitor áudio deve apoiá-lo também. As lacunas podem ser especialmente frustrante nos concertos ao vivo.
Codecs

Codec selecção Você pode selecionar como pode codecs que você pode gostar. Isto pode ser útil como usar flac para arquivamento e mp3 para o seu mp3-player. Repare que tags são automaticamente transmitidas ao codecs suportados. Se você selecionar o arquivo de saída do wav cdparanoia é apenas renomeado para o filescheme.

Flac definições Pode passar as configurações para flac como mostrado na flac-h. Defaults deve ser bom.

Vorbis definições Pode passar as configurações para oggenc como mostrado na oggenc-h. Defaults deve ser bom.

Lame mp3 configurações que você pode passar para as configurações como mostrado na lame lame-longhelp. Defaults deve ser bom.

Outras configurações Você pode definir o comando completo (incluindo tags) aqui. Os curingas para artista, álbum, etc são mostradas quando você clica na opção: Mostrar opções de “Outros”. Você não precisa aspas as variáveis que eles forem adicionados automaticamente. Um exemplo comando é: faac-um-album artista%% b-% t-título género% g-track% n% ano-y-o% o.aac% i

Número de codificação extra threads O montante extra de processos que são iniciados em simultâneo para codificação enquanto rasgando. Você normalmente deve definir este valor como a quantidade de núcleos tem seu CPU. Note que terá pleno uso de sua CPU. Dependendo do seu SO isso pode machucar o desempenho de outros programas. A codificação comandos são fixados com menor prioridade embora.

Criar m3u playlist Criar um simples textfile com todos os ficheiros na mesma. A maioria dos jogadores apoiar esta música para carregar o álbum inteiro de uma vez. M3u parece sugerir que é só para mp3, mas outros formatos de trabalho tão bem.

Substitua os espaços com sublinhados em filenames Isto garante os nomes dos ficheiros não têm espaços deles. As tags são preservados. Alguns utilizadores parecem * nix a defender que espaços são um mal coisa em arquivos.

Reduzir todas as letras maiúsculas em filenames Isto garante que os nomes dos ficheiros não terão capitais neles. As tags são preservados. Alguns usuários * nix parecem capitais estão a defender que uma coisa mal em arquivos.
Freedb

Ativar freedb metadados fetching Receba os metadados a partir da Internet. Note que você provavelmente precisará de um utilitário como ajudar discid ou cd-discid instalado para ter êxito na identificação de todos os discos. E então o disco deve ter um registro na base de dados da freedb bem.

Sempre usar primeiro hit Muitas vezes achar que o mesmo disco duas vezes no banco de dados. Esta opção automaticamente escolhe o primeiro. A maior parte do tempo, esta é a mais correcta.

Freedb freedb servidor O servidor que é utilizado. Você também pode configurar isto para o Musicbrainz freedb emulação (http://freedb.musicbrainz.org:80/ ~ CDDB / cddb.cgi).

Username Nome de usuário conforme exigido no freedb protocolo. Eu pessoalmente não vejo a relevância para freedb ter presente, por isso é definido como anônimo por padrão. Você pode alterá-lo se quiser.

O seu hostname Hostname conforme exigido no freedb protocolo.
Outro

A saída dir diretório base que é a base para todas as saídas. Não contém quaisquer caracteres universais. Juntamente com o um dos outros três sistemas a saída é determinado nome. Repare que, se você selecionar “congelar Disc Info” na janela principal, uma subdir CD # # será prepended para o arquivo.

Norma A norma filenaming regimes para os arquivos de saída. Você pode encontrar todos os curingas explicado em Mostrar opções de “Filenaming regime”.

Vários artistas filenaming O regime de vários artistas discos. Você pode querer adicionar o artista com o nome do arquivo que você não iria fazê-lo para discos normais. Também você pode usar os vários artista% va curinga para descrever o conjunto de artistas. Para a maioria dos discos isso será algo como “Vários Artistas”.

O único arquivo imagem filenaming regime único arquivo de imagens. Talvez você não queira incluir o número de faixa, onde outro modo. Além disso, você provavelmente quer alguma informação extra disco incluído no ficheiro.

Log File Viewer O arquivo de log visualizador é automaticamente detectado na maioria dos casos. Se não é possível configurá-lo aqui.

Gestor de ficheiros O filemanager é automaticamente detectado na maioria dos casos. Se não, você pode configurá-lo aqui.

Verbose modo Verbose modo imprime info extra sobre a janela do console. Você não precisa ativar este.

Modo Debug modo Debug imprime debug info relacionadas na janela do console. Habilite esta quando você encontrar problemas. A saída em uma janela do console pode ser muito útil para resolver o problema.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: